circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Notícias > Arquitetos e designers de São Paulo conhecem o Centro de Pesquisa DuPont
26/10/2018

Arquitetos e designers de São Paulo conhecem o Centro de Pesquisa DuPont

Casa Mansur e Elite Superfície promoveram visita para os profissionais, que conheceram o processo de fabricação do Corian, em Paulínia (SP)



Cerca de 30 profissionais, entre engenheiros, arquitetos e designers de interiores visitaram o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da DuPont, em Paulínia, interior do Estado de São Paulo. O evento aconteceu nesta terça-feira (23) e foi promovido pela Casa Mansur e Elite Superfície, para que o grupo absorvesse conhecimento sobre todo o processo de fabricação do Corian, material de superfície sólida, composto de polímero acrílico e tri-hidrato de alumina, um material derivado do minério de bauxita, que tem diversas aplicações. Durante a visitação, os profissionais analisaram o desempenho, a qualidade e a reutilização do material.

O Corian é uma marca criada pela DuPont e seu uso principal é como uma superfície de bancada, embora tenha muitas outras aplicações. Os profissionais realizaram o tour pelo Centro de Tecnologia, acompanhando todos os processos de reciclagem, testes e pesquisas, automação e protótipos. “É preciso que os profissionais estejam cada vez mais engajados nos processos de fabricação de soluções. O Corian é uma matéria prima que não limita a criação do profissional, e possibilita o seu uso nos projetos de diversas formas”, explica o engenheiro químico da DuPont, Alex Rodrigo Silva.

Para a arquiteta Bruna Grossi, a qualidade do material é indiscutível, o que transforma o argumento de venda em uma característica única. “A qualidade que você pode chegar com o produto é inquestionável. Se daqui 15 anos você quiser mudar o layout da sua cozinha, você pode usar o mesmo material, o que não acontece com a pedra. Isso gera menos desperdício, além de você ter um material extremamente higiênico”, comenta Grossi.

Com o Corian é possível fazer manutenção, o que vai devolver a qualidade inicial de estética da bancada, em casos de trincas e quebras. O reparo é aplicável, ou seja, o cliente recicla e não precisa investir novamente em 100% do material. Sonia Esteves é designer de interiores há 43 anos, e conta que a experiência de conhecer melhor as soluções do produto, gera mais segurança para os profissionais. “Essas pequenas soluções são corriqueiras do dia a dia e por mais que você leia, é diferente de você ir numa fábrica e vivenciar, isso nos dá segurança para argumentar com nossos clientes e para utilizar novas e melhores soluções”, conta Esteves.

A ida à DuPont faz parte de uma sequência de visitas promovidas pela Casa Mansur, um dos showrooms de soluções mais influentes de São Paulo.



Fonte:






Comente



Compartilhe:





Video da Semana

VEJA MAIS VIDEOS


Engenheiro de Sucesso



Eletrônicos

Ferramentas














Guia Construir e Reformar
Guia Construir e Reformar 2007-2018 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de Uso - Política de Privacidade