circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Notícias > Como seria um mobiliário urbano ideal para a cidade de São Paulo
02/08/2017

Como seria um mobiliário urbano ideal para a cidade de São Paulo

‘Versão Brasileira Arquitetura’ desenvolve projeto de mobiliário urbano contemporâneo, inovador e sustentável com “a cara” da cidade

Como seria um mobiliário urbano ideal para a cidade de São Paulo


Quiosque


A empresa desenvolveu objetos e equipamentos a serem instalados nas ruas da cidade de São Paulo, para uso dos cidadãos, que se destacam: quiosque multiuso, o ponto de táxi e o sanitário público, caso ganhasse a premiação promovida pela PMSP.

No desenvolvimento de um mobiliário urbano para a cidade de São Paulo, a Versão Brasileira Arquitetura, partiu dos seguintes conceitos: Desenho contemporâneo, Modularidade e facilidade, praticidade de transporte de uso, desenho sustentável e manutenção.

O Quiosque Multiuso foi o que orientou o desenvolvimento de todos elementos projetados, constituindo a identidade do conjunto de elementos. O desenho do quiosque buscou a demonstração dos conceitos utilizados destacando através de diferentes acabamentos, cada módulo que compõe o mobiliário. “A linguagem contemporânea identifica o seu tempo de criação seu “zeitgeist”, criando uma identidade para a cidade do momento em que vivemos” afirma o arquiteto Eduardo Borba.

A modularidade no caso dos quiosques cada um é constituído de três módulos: *Módulo de proteção e identificação, de cor cinza; *Módulo técnico, revestido de aço inox; *Módulo de uso, de cor laranja. Assim se tem a “casca” que protege e identifica, o módulo técnico, onde encontra toda a infraestrutura hidráulica / elétrica / eletrônica, e o módulo de uso, que varia conforme a necessidade de uso. Isso facilita a separação e fabricação em série destes três elementos. Já o desenho sustentável, está presente na utilização de aço e alumínio que são recicláveis e resistentes; geração de energia própria através de painéis fotoelétricos, com sistemas elétricos gerenciados por central eletrônica; utilização de isolantes térmicos; ventilação cruzada; abundância de luz natural; fabricação e manutenção local. Desenvolvido com um sistema de fabricação modular, este permite a facilidade do transporte, montagem e também permite a fácil manutenção, através da substituição de apenas um dos módulos, para reparo ou atualização.

O Ponto de Taxi segue o mesmo conceito dos outros mobiliários, através de uma cobertura que incorpora em uma de suas colunas os equipamentos necessários para o ponto. Sua iluminação e o uso de cores contrastantes, facilita a identificação. Seus apoios ajustáveis se adaptam às diferentes inclinações das calçadas.

No caso do ponto de taxi, sua modularidade é constituída de dois módulos: *Módulo de proteção e identificação, de cor cinza e laranja; *Módulo de uso: banco revestido em aço inox. Essa divisão facilita a separação e fabricação em série destes e elementos.

Desenho sustentável: Há utilização de aço e alumínio que são recicláveis e resistentes. Tem geração de energia própria através de painéis fotoelétricos, com sistemas elétricos gerenciados por central eletrônica; também tem fabricação e manutenção local.

Transporte e manutenção: Tem sistema de fabricação modular que permite a facilidade do transporte e montagem e também permite a fácil manutenção, através da substituição de apenas um dos módulos, para reparo ou atualização.

O sanitário público seguiu o conceito dos quiosques. O sanitário foi projetado para ser auto-limpante, a exemplo de modelos existentes em outras cidades. Através de pagamento por sistema automático, tem-se acesso ao sanitário. Seu uso é limitado a 20 minutos, sendo que, passado este período, a porta se abre automaticamente. O desenho interior visa criar um ambiente bem iluminado e contemporâneo, fugindo do padrão destes tipos de banheiros, aprimorando a experiência do usuário. A ausência de janelas exteriores assegura a privacidade do usuário. Revestimentos de aço inox e alumínio pintado mantém a fácil higienização do ambiente. O vaso sanitário, lavatório, trocador, barras, papeleiras e lixo, são de aço inox, suportando o uso intenso devido sua grande resistência. Comunicação visual clara e universal facilita a identificação e uso.

Esse projeto teve a participação da Versão Brasileira Arquitetura em 2016 no concurso promovido pela PMSP, mas não ganhou a premiação.
http://www.vbarquitetura.com



Fonte:






Comente



Compartilhe:





Video da Semana

VEJA MAIS VIDEOS




Eletrônicos

Ferramentas














Guia Construir e Reformar
Guia Construir e Reformar 2007-2017 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de Uso - Política de Privacidade