circuitos pngcircuitos png

twitter
facebook
feed

Dicas
Home > Artigos > Páscoa: saiba como manusear o gás da sua casa ou empresa

Páscoa: saiba como manusear o gás da sua casa ou empresa



A Páscoa é só em abril, mas muitas pessoas já estão começando a pesquisar e preparar os ovos de chocolate, principalmente quem quer dar um up no orçamento vendendo essas delícias.

Mas, com esse comércio, aumenta o uso de fogões e, consequentemente, do botijão de gás para derreter gramas (ou quilos) de chocolate. O gerente nacional de vendas da Copagaz e especialista em segurança de botijões de gás, Vicente Longatti, separou cinco dicas sobre ações que podem prevenir possíveis acidentes dentro de casa e em estabelecimentos comerciais de pequeno e médio porte.

Confira:

1. Preste atenção ao cheiro de gás: Isso pode ser um sinal de vazamento do botijão ou nos cilindros. Neste caso, para evitar acidentes, não acione equipamentos elétricos, como interruptores e ventiladores. Ventile o ambiente de forma natural, abrindo portas e janelas, para dispersar o gás. Além disso, acione imediatamente a assistência técnica da distribuidora de GLP estampada no corpo do botijão ou nas placas de advertência das centrais de GLP e o Corpo de Bombeiros, se necessário.

2. Faça a instalação correta: não utilize o botijão ou cilindro em posição horizontal e, na hora da instalação, não passe a mangueira por trás do fogão, forno ou qualquer equipamento que produza calor. O calor do equipamento pode derreter a mangueira e provocar um vazamento. Outra dica importante é ficar atento aos prazos de validade da mangueira e da válvula reguladora de pressão, sinalizados em ambos os produtos.

3. Compre seu gás em locais confiáveis: evite comprar seu gás em locais informais ou clandestinos, como pequenos mercados ou até mesmo em calçada. A venda de um recipiente com valor muito abaixo do mercado é outro alerta de que o gás pode não ser de procedência confiável.

4. Fique de olho na validade: assim como qualquer produto, o botijão de gás também tem prazo de validade. A cada dez anos, ele deve passar por testes rigorosos para verificar se continua em condições de permanecer no mercado. Caso não, o botijão é sucateado e substituído por um novo. Ao consumidor, cabe ficar atento e verificar se o mesmo está em boas condições - botijões amassados ou enferrujados devem ser evitados.

5. Armazene em local adequado: não coloque o botijão e em lugares fechados, como armários de cozinha. O ideal é que eles sejam armazenados do lado de fora da cozinha, em local arejado, coberto e protegido de chuvas. Além disso, coloque o produto a uma distância mínima de 1,50m de tomadas, interruptores, instalações elétricas, ralos ou grelhas de escoamento de água.



Fonte: Virta Comunicação


Comente



Compartilhe:





Video da Semana

VEJA MAIS VIDEOS




Eletrônicos

Ferramentas














Guia Construir e Reformar
Guia Construir e Reformar 2007-2019 ©, uma empresa do Grupo Guias Web - Todos os direitos reservados
Normas de Uso - Política de Privacidade